Vida...

Cada um que passa em nossa vida passa sozinho...

Porque cada pessoa é única para nós, e nenhuma substitui a outra...

Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, mas não vai só...

Levam um pouco de nós mesmos e deixam um pouco de si mesmos.

Há os que levam muito, mas não há os que não levam nada.

Há os que deixam muito, mas não há os que não deixam nada.

Esta é a mais bela realidade da vida...

A prova tremenda de que cada um é importante e que ninguém se aproxima do outro por acaso!

Eu não preciso de ti.

Tu não precisas de mim.

Mas,

se tu me cativares, e se eu te cativar...

ambos precisaremos, um do outro.

..

Antoine de Saint-Exupery

trendY?

dimensionar

Após formação mãos á "obra" ;) não na massa mas no Cypecad!

Fazer malha estrutural, dimensionar, calcular, analisar, rever, simplificar e ...conseguir!

"Veronika Decide Morrer"

Paradoxo Angustiante

"Há tantos burros mandando em homens de inteligência, que ás vezes fico pensando, se a burrice não será uma ciência." 
António Aleixo


“Finge-te de idiota, e terás o céu e a terra.”
Nelson Rodrigues


"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela."

Fernando Pessoa


"As decepções, as derrotas, o desânimo são ferramentas que Deus utiliza para mostrar a estrada."
Paulo Coelho


"Se queres viver, prepara-te para morrer."
Sigmund Freud


"Chegou um tempo em que não adianta morrer. Chegou um tempo que a vida é uma ordem."
Carlos Drummond de Andrade


"Me enganei com os brilhos nos teus olhos, era apenas o reflexo dos meus."
Paulo A. Antunes


"A sabedoria é um paradoxo. O homem que mais sabe é aquele que mais reconhece a vastidão da sua ignorância."
F. Nietzsche.

Descobri que sou:


Carneiro com Ascendente em Sagitário

O Ascendente Sagitário acentua a natureza moral, idealista e impetuosa de Carneiro. O amor é muito importante na vida deste ser, e os sentimentos são exaltados e nobres. Tem muitos entusiasmos e a sua vida varia conforme a paixão do momento. Aprecia a vida agitada, as aventuras e os desportos. O Carneiro e o Sagitário são temperamentos parecidos de modo que sai reforçada a sua intuição, a impulsividade, o carácter independente e dominador, mas também generoso e optimista. É confiante em excesso por isso fácil de enganar, uma vez que não desconfiará da duplicidade dos outros. Sofre muito com as decepções e com as traições dos outros, mas também se sensibiliza com atitudes generosas, que tenham para com ele.

O Sagitário exprime-se sem rodeios, o que faz intensificar essa característica já existente no Carneiro e também lhe reforça o estilo directo e vivo. Além disso acrescenta-lhe optimismo, poder comunicativo e uma tendência para tempestades súbitas mas de curta duração. Tanto o Carneiro como o Sagitário tendem em ir para além das suas forças, de maneira que com esta dupla tendência deverão ter cuidado para evitar acidentes causados pela fadiga.

O Sagitário pode dar ao Carneiro uma tendência para a megalomania, mas também bom humor e uma noção do seu próprio valor, que o Carneiro puro não tem.

O Sagitário dá ao Carneiro uma configuração de rosto alongada e estreita, um perfil convexo e o nariz ossudo, que com a maturidade se arredondam, dando ao nativo um ar importante.

uma especie de motivação

"Consulte não a seus medos mas a suas esperanças e sonhos.
Pense não sobre suas frustrações, mas sobre seu potencial não usado.
Preocupe-se não com o que você tentou e falhou, mas com aquilo que ainda é possível a você fazer."



( Papa João XXIII )

a uma Sexta de Setembro

"Corra o ano como for, haja em Agosto e Setembro calor."
Provérbio

É por estas e por outras que adoro provérbios. Objectivos, curtos e de fácil compreensão "falam" como ninguém! Este de Setembro e Agosto traduz na realidade o que maioria faz ao longo do ano: esperar que chegue o calor, os dias de férias, sol, diversão e relax!
Pessoalmente gosto mais de Setembro e dos seus dias amenos. Do virar de página do passado de Julho e de motivada esperar por um próximo Agosto.
Os planos são apenas no máximo para amanhã e vou estar deitada tranquilamente...sem horas para nada...vestir uma roupa leve e alegre...e sentir-me a flutuar!


A uma sexta de Setembro...

1º dia de aulas da Matita

Hoje é o 1º dia de aulas da Matita.

No meio do entusiasmo do primeiro dia a angústia da mamã e da Matita eram visíveis. O que não é de estranhar, pois ao contrário da Matilde muitos meninos choravam agarrados às mães e como explica Ana Sofia Melo, psicóloga escolar e da educação «Algumas crianças têm tendência para evidenciar comportamentos ansiosos, choro frequente, pesadelos e agitação nocturna, evitamento, medos, ansiedade de separação face aos pais».

Tentei ajuda-la a ter uma boa noite, conversei com ela, fizemos-lhe uma massagem para que ficasse mais relaxada e reduzisse a ansiedade que apareceu estes dias e ela lá adormeceu.

A Matita manteve o seu estilo e enfrentou impecável a situação: á 8:55h saiu do carro com a nova mochila de rodinhas da “Tinker Bell”, que ela própria criteriosamente escolheu no Corte Inglês, e lá fomos os 3 a conversar até á entrada do colégio que estava enfeitado com balões e cartazes a anunciarem as boas-vindas. Aí encontramos a Mafaldinha e ambas seguiram juntas de mãos dadas até á sala de acolhimento onde os outros coleguinhas esperavam para formar o comboio que os ia levar á salinha. Dei um grande beijão na Matita e disse-lhe para se divertir! Porque se aprender for uma diversão acaba por ser uma distracção e não uma obrigação.

Estou feliz por um lado, vejo a minha menina crescer a tornar-se responsável, mas por outro lado vejo-a a perder a infância e a entrar no “sistema”. È um misto muito significativo e intenso de emoções. Sobre isto vou reflectir, absorver ao máximo tudo e tirar daqui mais uma experiência.

Por muito difícil e quase impossível que seja tento sempre proteger a Matilde das dificuldades da vida havendo sempre formas de prevenção e aconselhamento. Mas o medo que as crianças sentem da mudança faz parte de uma etapa que as ajudará a serem mais autónomas, mais responsáveis e a relacionarem-se consigo e com o mundo.

Comecei a estimular a Matilde com tarefas e jogos adaptados a esta etapa, que elogiem e reforcem as suas aquisições, de modo a fortalecer a auto-estima, falei positivamente da escola como o local onde vão aprender mais sobre a vida e fazer novos amigos. Tentamos criar um ambiente familiar em que a Matilde assume um papel activo e interventivo na interajuda, onde existe comunicação efectiva e aberta e espaço para o diálogo, onde se proporcione a protecção mas se faculte a autonomia e a responsabilidade.

È mais um dia marcante na história de vida da Matilde assim como tantos e bons espero com ela a partilhar. Só quero que seja serena e tenha dentro dos problemas que a vida impuser a maior tranquilidade possível para atingir os objectivos que ela traçar.



Que a vida te sorria minha princesa!